sexta-feira, 19 de Setembro de 2014

Música Papoilar #5

Esta nova música do Tiago Bettencourt já era linda mas o vídeo está demais...


O vídeo está no Vimeo e sem dúvida nenhuma que merece os nosso votos.

quinta-feira, 18 de Setembro de 2014

Stardust - Star quality bracelets

Já lá vai o tempo, coisa do século passado, que Swarovski significava, quase unicamente, animaizinhos fofinhos em cristal.

Nos últimos anos a marca tem vindo a modernizar-se e em bem. Os clássicos estão lá mas agora juntaram-se às colecções peças super modernas que piscam o olho a outro tipo de clientes. 

O cristal continua a ser o actor principal mas agora alia-se aos mais diversos materiais, dos mais luxuosos, como o ouro, aos mais inusitados, como o nylon.

Já andava rendida à marca desde que começara a surgir nas suas colecções as peças "statement"... grandes, bem grandes, brilhantes, como sempre, lindas e que por si só fazem um look.

Nesta próxima colecção Outono/Inverno 14-15 surgem umas pulseiras que adoro... as Stardust.







Há de uma volta só ou de duas voltas. As minhas preferidas são estas mas há mais cores. Podem escolher a vossa preferida aqui.

Estas modernaças são tubos de nylon cheios de muitos e brilhantes cristais Swarovski, com um fecho em íman, bem prático (que é uma canseira tentar fechar uma pulseira quando estamos sozinhas).
São muito versáteis porque as pudemos usar sozinhas ou combinadas com outras stardust ou mesmo com outras pulseiras ou com um relógio.

Diz a Swarovski que, "nesta estação quis reunir arte e luz, algo perfeitamente natural para 
uma empresa cujo cristal define o mais alto padrão em brilho e esplendor. A nova colecção une a nossa tradição a outro valor de grande importância para nós – o desejo de renovar e modernizar.” 


Quanto a mim, missão cumprida.

segunda-feira, 15 de Setembro de 2014

Sim, eu tenho uma horta #1

Quem não me conhece não diria. Aliás, quem não me conhece e me vê por aquilo que visto e pelo meu, inconsciente, comportamento de princesa não acredita mas sim... eu tenho uma horta e adoro!!

A minha varanda de casa foi a minha primeira horta mas as limitações de espaço só me permitiam ter ervas aromáticas.
Como a Foz-do-Arelho é um daqueles sítios em que toda a gente se conhece, pelo menos desde que eu moro cá, uma vizinha cedeu-me um cantinho do quintal para eu plantar a minha horta.

Tive que voltar muito atrás no tempo e relembrar como era ajudar o meu avô na horta. Juntamente com a ajuda da minha vizinha e do clássico "Borda d`água" a horta foi ganhando forma.
Uma dor de costas e um calo novo na mão depois já estava assim...



Como comecei a plantação a meio do Verão plantei couve-lombarda, couve-flor, alho francês, beterraba, couve-galega, tomate chucha, alface roxa, pimentos e ainda salsa, coentros, tomilho e oregãos. 
Um mês e meio depois...


E depois desta chuvinha boa que caiu nestes últimos dias...
 

A MINHA PRIMEIRA BETERRABA!!!

Da nossa horta já comemos alface, couve-galega (cortada em caldo verde e salteada com azeite e muito alho), salsa, coentros, tomilho, oregãos e agora temos uma beterraba!!!

Ter uma horta faz bem ao corpo, com o trabalho que se tem e com as coisinhas boas que se come, e à alma, principalmente à alma.

Vou dando dicas, à medida que as for descobrindo. Não vá andar por aí mais alguém com um pedacinho de terra para plantar.

domingo, 14 de Setembro de 2014

Música Papoilar #4

Gosto do Enrique Iglesias desde que o ouvi, pela primeira, vez na casa do meu tio Licas e da minha tia Rosa. Gravei o cd para uma cassete e ouvi "Experiencia Religiosa" até queimar a fita. Ainda hoje sei de cor a música toda.

Gosto do rapazito que canta música sexy, romântica e também daquela que põe o pézinho a dançar.

A nova "Bailando" já era uma das minhas preferidas e hoje, pela primeira vez, ouvi na rádio a versão com o Mickael Carreira.


Sim, é um bocadinho mais pirosa mas esse, também é um dos ingredientes de algumas das minha músicas preferidas.

sexta-feira, 12 de Setembro de 2014

Papoilices #2

Então esta papoilice começa com duas camisolas...


Uma de malhinha azul escuro, que comprei para a minha viagem de finalista no ido ano de 1999 (sim, sou muito poupadinha e há peças que realmente vale a pena conservar.) e que não uso muito porque não gosto do decote quadrado. 
E uma blusa que usei até à exaustão, que adoro a cor mas que tirando a gola de renda, tudo o resto já não estava em condições, dignas, de ser vestida. Daquelas que temos mesmo dificuldade em deitar fora, ainda que estejam cheias de nódoas, fios puxados dos gatos e borbotos... sim, era uma dessas.

Assim, aproveitei o melhor de uma delas e juntei à outra. Primeiro com alfinetes e depois cosi cuidadosamente à mão, com linha cor de mostarda.



Atenção que a cor da linha tem de ser sempre da cor da gola e nunca o contrário, para que o trabalho fique perfeitinho.

A minha nova camisola(s) ficou assim...



Se não tiverem camisolas com golas que possam ser aproveitadas também podem comprar uma gola gira na retrosaria (as golinhas de menina de bordado inglês estão super na moda) e abonecar uma das vossas camisolas que estejam a precisar de renovação.

Ohhh que tuisteza!!

Morreu o melhor vilão de todos os tempos... "Jaws" (Richard Kiel) o único matulão que conseguiu dar uma dentada ao James Bond.




terça-feira, 9 de Setembro de 2014

Olha a Papoila #1

Disse-me ele quando lhe apareci no trabalho:

"A saia fica-te muito bem! Parece o padrão que temos na cozinha mas fica-te muito bem."

Sim, admito é mesmo igual ao plástico que usei nesta papoilice

Mas talvez por andar apaixonada por este padrão, nesta cor, escolhi o plástico e a saia. Digamos que a decoração da minha casa é a extensão da moda que me anda a apetecer.






Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...